É justamente em meio ao caos que o silêncio se faz imprescindível.

Estes 3 filmes/docs são obras de arte que facilitam o acesso à reflexões de extrema profundidade sobre a complexidade da experiência humana, individual e coletiva.

Publicidade - OTZAds

Estes longas são sinfonias; possuem camadas em cima de camadas de sentido. E por mais que sua razão procure entendê-los, lembre de senti-los. Estas imagens não são facilmente digeridas e provavelmente te lançarão num estado de silêncio. No qual palavras parecerão simplesmente insuficientes e por demais reduzidas para expressar a complexidade da experiência q acabara de vivenciar, mas que continua a reverberar por todo seu corpo.

Baraka (1992)

Baraka é um filme/documentário experimental do diretor Ron Fricke. Não tem narrativa ou contexto explícito. E foi originalmente filmado em 70 mm, colorido, em 23 países: Argentina, Brasil, Camboja, China, Equador, Egito, França, Hong Kong, Índia, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Japão, Quênia, Kuweit, Nepal, Polônia, Arábia Saudita, Tanzânia, Turquia e EUA.

Samsara (2011)

Depois de 19 anos Ron Fricke nos convida novamente a uma imersão na complexidade humana. Filmado em 25 países e 5 continentes, o filme/doc comunica de forma absurdamente bela a realidade da complexidade humana.

Publicidade - OTZAds

Ashes and Snow (2005)

Esse filme é uma meditação. E o mantra que te mantém no estado que se adentra é uma carta escrita durante 365 dias de silêncio. Uma poesia imagética e sonora sobre solidão, amor e quietude.

Meu objetivo ao trazer essas 3 obras fascinantes foi abrir uma janela para um tipo peculiar de experiência – uma de profunda contemplação e intensa reflexão sobre o quão surrealmente complexa de fato é a experiência que cada um de nós vivencia como indivíduo imerso numa certa sociedade, numa certa cultura, num certo lugar.

É um mergulho em si e no outro; um exercício de crítica e empatia; um momento estendido de ruminação sobre a complexidade humana.

Publicidade - OTZAds

por Rafael Jordão.

Para mais dicas de filmes e reflexões, mergulhe aqui.