Se tornar um indivíduo significa ser capaz de viver autenticamente, de incorporar o que faz sentido pra si, mesmo quando isso parece loucura para aqueles que não o fazem. É um caminho que exige disciplina, uma certa capacidade de absorver o impacto das opiniões dos outros e ainda assim continuar andando e, principalmente, exige coragem.

Depois de 27 anos vivenciando diferentes aspectos desse processo, fui capaz de identificar etapas, que posteriormente organizei na forma de 5 passos, cujo objetivo é gerar clareza sobre como se tornar um indivíduo.

Publicidade - OTZAds

1° – se questione se você está agindo a partir de si ou a partir dos outros; se você está desbravando a floresta ou seguindo uma das trilhas preestabelecidas; se você está criando ou simplesmente reproduzindo;

obs.: suas ações dizem mais sobre isso do que suas palavras e pensamentos jamais dirão – então não se engane.

2° – se investigue sobre o que realmente faz sentido pra ti;

Publicidade - OTZAds

3° – tendo adquirido clareza sobre isso (sobre o que de fato faz sentido pra você), reorganize suas prioridades de acordo com isso – coloque “isso” no topo da tua hierarquia de valores.

4° – incorpore essa nova organização – com consistência – de forma prática no seu dia a dia. Ou seja, aja a partir e de acordo com o que está no topo dela, em contraste a permanecer perpetuando um condicionamento e/ou uma moral pré-fixados (consciente ou inconscientemente) e que já não são congruentes com a sua presente prioridade enquanto indivíduo (com o que você, de fato, mais valoriza);

5° – repita o processo por toda a sua vida.

Publicidade - OTZAds

Obs.: e para aqueles que querem ir um pouco mais fundo, deixarei o link para o vídeo no YouTube onde explico mais sobre os 5 passos supracitados. Clique aqui.

Autor: Rafael Jordão.
Escritor, Criador de conteúdo no YouTube e Estudante de Filosofia na UFF.