“Normalmente, eles [os imbecis] eram imediatamente calados, mas agora eles têm o mesmo direito à palavra de um Prêmio Nobel”, disse Umberto Eco um dos maiores críticos do século 21.

Publicidade - OTZAds

As declarações e críticas sobre a modernidade foram feitas em 10 de Junho de 2015, no decorrer do evento no qual Umberto Eco recebeu o título de doutor honoris causa em comunicação e cultura, na Universidade de Turim, no norte de Itália.

Eco, também é mundialmente reconhecido por criticar o papel das novas tecnologias no processo de disseminação de informação, enquanto vivo, defendia a opinião que as redes sociais dão o direito à palavra a uma “legião de imbecis” que, antes destas plataformas, apenas falavam nos bares, depois de uma taça de vinho, sem prejudicar a colectividade.

Publicidade - OTZAds

No evento, Umberto Eco deixou um conselho aos jornalistas para que estes filtrem, com uma ‘equipe de especialistas’, as informações que constam na Internet, pois segundo, parece que já ninguém é capaz de determinar se um site é confiável ou não.

Publicidade - OTZAds

Por: Wanderson Dutch