5 séries psicológicas com teor existencialista para assistir na netflix

Uma lista de 5 séries com abordagem psicológica e teor existencialista, para você assistir na Netflix.

1 – Altered Carbon (Carbono Alterado)

Ontem, dia 27 de fevereiro de 2020, foi pro ar na Netflix a 2ª temporada da série Altered Carbon (Carbono Alterado). E como quem masterizou a técnica de entrar numa bolha atemporal, assisti os três primeiros episódios – noão darei spoiler, calma.

Para aqueles que ainda não conhecem, história se passa num cenário distópico futurístico, onde os humanos encontraram uma tecnologia para “hackear a morte” (deixada por seres ancestrais). Fazem isso transferindo a consciência e memória para novos corpos, através de um “disco” localizado na nuca, entre a coluna vertebral e o cérebro. Mas como toda tecnologia avançada, disruptiva e extremamente útil, nem todo mundo tem acesso e nem todo mundo no mesmo nível. Então os milionários se tornam imortais, vivendo em torres altíssimas (simbólico), e as camadas “mais baixas” (literal e metaforicamente) se viram com partes e tendo que trabalhar para conseguir novas “capas” (corpos).

Publicidade - OTZAds

A primeira temporada se desdobra em cima de uma investigação, onde o personagem principal é “trazido de volta” por um dos “matusas” (como os imortais/milionários são chamados, fazendo alusão a Matusalém), para investigar o próprio assassinato.

RESUMO: se você gosta de ficção científica, ação, reflexão filosófica, clima distópico e teor existencialista, essa é a série.

2 – Dark

Dark é uma das melhores supresas que já tive no quesito “filmes e séries” dos últimos anos. O clima, a fotografia, os personagens, a língua, as reflexões, o simbolismo, as referências, o desdobramento, a realidade, a ficção – tudo! Senti como se não tivesse outra opção senão atravessá-la incansavelmente. E foi o que fiz.

Só confia e assiste.

3 – Rick and Morty

Se você quer humor irreverente e uma abordagem extremamente existencialista, Rick and Morty precisa ser a próxima parada.

Publicidade - OTZAds

Simplesmente não dá pra descrever o quão louca essa animação consegue ser. Os episódios acontecem a partir de viagens surreais e interdimensionais que Rick, cientista, gênio e alcoólico, propõe para seu neto (Morty), adolescente “clássico” sem muita perspectiva de vida.

Obs.: e só pra vocês terem noção da profundidade, vou deixar uma análise interessante do canal “Quadro em Branco“.

4 – Sherlock

Uma releitura absurdamente genial. Adaptada para o cenário atual, onde Benedict Cumberbatch e Martin Freeman, interpretando Sherlock e Watson, respectivamente, fazem você esquecer que qualquer outra série ou filme foi feito a respeito.

Absurdamente – sério! absurdamente – inteligente, instigante, forte, intensa e com episódios mais longos. Dessa forma a série desenvolve melhor cada investigação e além de todos os personagens envolvidos de maneira muito bem elaborada.

Obs.: “você sentiu minha falta?” – assiste.

5 – Black Mirror

Todas as críticas extremamente relevantes sobre as nossas formas distorcidas de absorver e lidar com a tecnologia, condensada em episódios desassociados uns dos outros por história ou personagens, porém, integrados através dessa temática implícita.

Só veja.

Publicidade - OTZAds

Essas são as 5 séries com densas reflexões filosóficas e teor existencialista disponíveis para você assistir na Netflix.

Para mais dicas de séries e filmes com abordagem psicológica e reflexões filosóficas, clique aqui.

por Rafael Jordão.