De acordo com as informações divulgadas para imprensa, o país contabilizou o número absurdo de 12.664.058 casos e 317.936 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, ainda de acordo com este balanço do consórcio de veículos de imprensa de todo o Brasil. O Mês de março já soma 62,9 mil mortes, quase duas vezes mais do que o total de julho de 2020, o segundo com mais óbitos até o momento.

O Dr e divulgador cientifico Atila Lamarino, acredita que dias piores ainda virão e o país continuar com a péssima administração da crise. Mais uma vez, o Brasil bateu um novo recorde de mortes com 3.668 mortes por Covid registradas nas últimas 24 horas e totalizou nesta terça-feira (30) 317.936 óbitos.

Publicidade - OTZAds

Com esse número triste, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.728, todo dia temos uma nova pior marca no índice pelo 5º dia consecutivo.

À média de duas semanas atrás, a variação foi de +34%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Publicidade - OTZAds

Foi o que mostrou o novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h de terça.

Segundo levantamento do G1, já são 69 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de mil; pelo vigésimo terceiro dia a marca aparece acima de 1,5 mil; e o país completa agora duas semanas com essa média acima dos 2 mil mortos por dia. 

Os números são assustadores e infelizmente com a não gestão do Governo Bolsonaro, não podemos ter esperanças de um quadro melhor.

Publicidade - OTZAds

Fonte: g1.